Encontro aconteceu na última semana em São Paulo (SP) e contou com a presença de Satya Nadella, CEO da Microsoft. Preocupação com a segurança da informação e democratização da inteligência artificial foram destaques

Uma das marcas globais mais famosas no mundo da tecnologia, a Microsoft reuniu no último dia 12, em São Paulo, convidados para um evento exclusivo sobre tendências da área de inteligência artifical. Entre os palestrantes, o principal nome do encontro foi Satya Nadella, CEO da Microsoft.

Thiago Boufleuhr, diretor de desenvolvimento e serviços da Ellevo, foi um dos convidados e destaca alguns dos insights promovidos pelo encontro. “A inteligência artificial segue como uma das tendências da área de tecnologia. Cada vez mais assistentes virtuais estarão presentes no universo corporativo, acadêmico e governamental. Este é um movimento importante dentro do setor e tivemos a certeza de que seguimos no caminho certo”, destaca. Desde 2018 a Ellevo conta com o desenvolvimento de chatbots através de parceria com o projeto de inteligência artificial da Microsoft.

Empoderar pessoas para que elas possam transformar a própria realidade através da tecnologia é um dos grandes projetos da Microsoft. “Será cada vez mais comum que as pessoas tenham o poder de decidir e de participar ativamente da criação de novas soluções e da aplicação delas conforme a própria realidade. Acreditamos neste conceito e o próprio formato de uso da inteligência artificial em alguns aspectos, como a alimentação de um chatbot pela própria empresa usuária, por exemplo, nos dá esse panorama. Contar com dados em relação ao trabalho e ter informações cada vez mais disponíveis está transformando as relações profissionais e essa deve ser uma tendência cada vez maior”, reforça o executivo da Ellevo.

 

Cresce a preocupação com a segurança dos dados

Uma das temáticas mais discutidas no Microsoft AI+Tour, de acordo com Thiago, foi a segurança da informação. Em um universo cada vez mais digital, com ferramentas de incorporação de dados em diversos âmbitos, garantir a armazenagem segura é essencial. “Tivemos a oportunidade de acompanhar uma discussão bastante pertinente sobre a adequação de empresas de todos os portes, incluindo as globais como a Microsoft, de acordo com as regras de hospedagem de diversos países. No caso do Brasil, por exemplo, dados governamentais não podem ser armazenados no exterior. Além disso, é essencial que haja um cuidado cada vez maior em relação a essa questão, garantido às empresas estrutura de confiança dentro do âmbito tecnológico”, reforça.

Além do executivo global da Microsoft e da presidente da companhia no Brasil, Tania Cosentino, subiram ao palco do Microsoft AI+Tour nomes como Cristian Gebara, CEO da Vivo, e Luís Felipe Salin Monteiro, secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento.


Thiago Boufleuhr é diretor de desenvolvimento e serviços na Ellevo.